• Carlos Guglielmeli

Após Bolsonaro falar em 'finalzinho', Pazuello diz que 'pandemia não acabou'


Foto: Adriano Machado / Reuters

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro afirmar que o Brasil está no "finalzinho de pandemia", mesmo com a alta no número de casos e mortes causadas pelo novo coronavírus, o ministro da saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta sexta-feira (11) que "a pandemia não acabou".


"A pandemia não acabou. Ela prossegue, vamos conviver com o coronavírus. Vamos chegar próximo a uma normalidade quando tivermos as vacinas, os antivirais que combatem efetivamente a doença", declarou Pazuello durante inauguração de maternidade na capital de Goiás, Goiânia.


Segundo o acompanhamento do consórcio de veículos de imprensa, dos 26 estados brasileiros e o Distrito Federal, 22 estão com tendência de alta nas mortes: PR, RS, SC, ES, MG, RJ, SP, DF, GO, MS, MT, AC, RO, RR, TO, BA, CE, PB, PE, PI, RN e SE.


Em Valparaíso, cidade goiana limítrofe com o Distrito Federal, o aumento de casos não acompanha a tendência nacional e regional ainda, provavelmente pala volta da dificuldade para fazer o exame, notada após o término do período eleitoral.

Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

press to zoom
1/3