• Carlos Guglielmeli

Após denúncias, Rodney Miranda deixa a Secretaria de Segurança de Goiás


Foto de A Redação

O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, pediu afastamento do cargo, segundo publicação do Governo do Estado, para esclarecer todas as denúncias feitas contra ele.


Rodney foi prefeito do município capixaba de Vila Velha e secretário de segurança no Espirito Santo na época em que o estado registrou a greve de policiais militares que repercutiu em todo o país com cenas de viaturas com os pneus furados e barricadas para bloquear delegacias.


O secretário afastado, que nega ter pedido afastamento mas sim férias de apenas 15 dias, é acusado pelo primo do governador Ronaldo Caiado (DEM), Jorge Caiado, de desviar dinheiro do Corpo de Bombeiros e de grampear ilegalmente telefones de aliados do Palácio das Esmeraldas.


As acusações se tornaram públicas após o vazamento de um áudio enviado por Jorge à Rodney.


Assume interinamente o Superintendente de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado, delegado Alexandre Lourenço. O processo já está instaurado na Polícia Civil e terá o acompanhamento do Ministério Público e da Controladoria-Geral do Estado de Goiás. 

Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png