• Carlos Guglielmeli

Arthur Lira, líder do 'Centrão', é eleito presidente da Câmara Federal com o apoio de Bolsonaro

Apoiado pelo Palácio do Planalto, o deputado Arthur Lira (Progressistas-AL) foi eleito nesta segunda-feira (01), presidente da Câmara Federal para o biênio 2021-2023, com 302 votos e após uma disputa marcada por traições, recuos e denúncias de compra de votos.


Lira representa a vitória do Centrão, grupo de partidos conhecido pela prática do 'toma lá, dá cá', e um novo capítulo para o governo de Jair Bolsonaro, que tenta fugir do processo de Impeachment.


Arthur Lira (em pé, ao centro) comemora resultado da eleição / Foto: Michel Jesus - Câmara dos Deputados

Mantendo o fisiologismo que em campanha prometera extinguir, para garantir a vitória do aliado, o presidente Bolsonaro distribuiu cerca de R$ 3 Bilhões em emendas parlamentares para os deputados além de cargos em autarquias, estatais e órgãos públicos


O preço tão alto, acima do que pagou o ex-presidente Michel Temer, quando fugia de dois processos de impeachment, é atribuído aos fatos de que, além de ser condenado em 2ª instância por improbidade administrativa, num processo que o apontou como comprador fazendas e gado com dinheiro desviado da assembleia legislativa de Alagoas, Arthur Lira é réu no processo em que é acusado de ter aceitado propina de R$ 106 mil na troca de apoio político para manutenção de Francisco Colombo no cargo de então presidente da Companhia Brasileira de Transportes Urbanos (CBTU), e noutra acusação na qual ele teria faturado R$ 245 milhões com um esquema de 'rechadinha" alagoana.


Veja o placar final da votação:


* Arthur Lira (PP-AL): 302 votos

* Baleia Rossi (MDB-SP): 145 votos

* Fábio Ramalho (MDB-MG): 21 votos

* Luiza Erundina (PSOL-SP): 16 votos

* Marcel Van Hattem (Novo-RS): 13 votos

* André Janones (Avante-MG): 3 votos

* Kim Kataguiri (DEM-SP): 2 votos

* General Peternelli (PSL-SP): 1 voto

* Em branco: 2 votos


Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png