• Carlos Guglielmeli

Bolsonaro diz que a morte é o destino de todos, ignorando que o Covid-19 a antecipou para 30 mil



O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lamentou na manhã desta terça-feira (2) as mais de 30 mil mortes causadas pelo novo coronavírus no Brasil, mas destacou que a morte é o "destino de todo mundo".


A declaração veio na saída do Palácio da Alvorada, quando uma apoiadora pediu para que o presidente enviasse uma mensagem de conforto para as famílias enlutadas pela pandemia.

"A gente lamenta todos os mortos, mas é o destino de todo mundo", declarou o presidente.


Com a confirmação de 1.262 novas mortes contabilizadas pelo Ministério da Saúde hoje, o Brasil tem 31.199 óbitos causados pelo Covid-19.

Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png