• Carlos Guglielmeli

Com Lula no processo político, rejeição de Bolsonaro volta a subir

Mesmo em meio ao retorno do auxílio emergencial a popularidade do presidente Jair Bolsonaro segue caindo, de acordo com a pesquisa XP/Ipespe. Segundo o levantamento, o grupo dos que consideram a administração ruim ou péssima cresceu 3 pontos percentuais no último mês, indo de 42% a 45%, enquanto os que consideram o governo ótimo ou bom oscilaram de 31% para 30%.


Foto: Reprodução

A piora na avaliação do governo Bolsonaro coincide com a retomada da elegibilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a piora na percepção popular sobre a atuação do presidente frente à pandemia de coronavírus.


Entre os entrevistados, 61% apontam como negativa a atuação bolsonarista no enfrentamento ao novo coronavírus, essa métrica era de 53%. Na mesma direção as pessoas que têm medo da doença passou de 39 para 49%.


Nas últimas semanas, o País apresentou seus piores números na pandemia e o sistema de saúde de vários estados entrou ou está perto do colapso.


Também aumentou a parcela que acredita que a economia do país está indo no caminho errado (63% em março contra 57% em fevereiro). Durante todo o período da pandemia, Bolsonaro optou por defender a economia e minimizar as mortes causadas pelo vírus.


Foram realizadas 800 entrevistas de abrangência nacional, nos dias 9, 10 e 11 de março. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais.



Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png