• Carlos Guglielmeli

Decreto de Bolsonaro restringe ação dos governadores contra avanço do coronavírus


Foto: O Antagonista

O presidente Jair Bolsonaro publicou na noite desta sexta-feira (20), a edição de uma MP (Medida Provisória) e um decreto que centralizam no Governo Federal a competência sobre os serviços relacionados nos atos como essenciais.


O dispositivo tem como objetivo harmonizar as ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus”, justificou o governo.


Com as medidas, que têm força de Lei e passam a vigorar imediatamente, caberá ao presidente indicar quais serviços públicos e atividades consideradas essenciais não poderão ser interrompidas em meio à pandemia de coronavírus.


Segundo o governo, o texto busca impedir que a circulação de insumos necessários para a população seja afetada pelas restrições sanitárias e biológicas postas em vigor nos estados entre as medidas de prevenção contra a propagação do Covid-19.


Pessoas próximas do presidente dizem abertamente que na realidade Bolsonaro busca frear o protagonismo dos governadores na luta contra o coronavírus.


Governadores como o do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC) e o aliado Ronaldo Caiado (DEM), de Goiás, já se manifestaram dizendo que suas medidas vão ser mantidas.

Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png