• Carlos Guglielmeli

Ex-ministro de Bolsonaro, Gustavo Bebianno, morre após infarto



Aos 56 anos, o ex-secretário geral da presidência do governo Bolsonaro, Gustavo Bebianno, morreu após um infarto fulminante ocorrido na madrugada deste sábado, por volta das 04 da manhã.


Bebianno foi figura central na eleição do presidente Jair Bolsonaro em 2018 e no início do governo bolsonarista era considerado o melhor interlocutor entre os poderes executivo e legislativo.


Numa das várias crises provocadas pelas alas ideológica e familiar do governo Bolsonaro, Bebianno foi sacado da secretaria geral da presidência e passou por um verdadeiro linchamento virtual comandado por Carlos Bolsonaro.


Recém filiado ao PSDB, Gustavo Bebianno era pré-candidato a prefeito do Rio de Janeiro.


Segundo Paulo Marinho, presidente do PSDB no Rio de Janeiro, Bebiano estava em seu apartamento com o filho, quando se levantou passando mal pouco antes do amanhecer, e quando foi ao banheiro para buscar um remédio desmaiou.


O ex-ministro foi levado a um hospital perto onde foi constatada a morte.

Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png