• Carlos Guglielmeli

Forças de segurança fiscalizam cumprimento das medidas de combate ao Covid-19 em Valparaíso


Fotos de Fernando Taveira

Policia Militar, Corpo de Bombeiros Militares, órgãos municipais de fiscalização tributária, de posturas, trânsito, Procon e Guarda Municipal estão nas ruas de Valparaíso de Goiás em repetidas operações que visam garantir o cumprimento das medidas de prevenção contra a propagação do novo coronavírus.


As operações realizadas desde sexta-feira (03), pela manhã, tarde e noite, são comandadas pela PM-GO, que foi requisitada pela prefeitura municipal.


Medidas como o uso de máscaras faciais por transeuntes, trabalhadores e consumidores do comércio local, a não aglomeração, a não promoção de festas e o cumprimento dos horários estabelecidos para o funcionamento do comércio estão sendo exigidas pelos órgãos, sob pena de aplicação das sanções previstas no decreto municipal 337.


"Deflagramos mais uma operação de apoio aos órgãos de fiscalização do município que trata do funcionamento do comércio e os respectivos horários que cada modalidade, que cada seguimento comercial tem que cumprir. Primeiramente nós buscamos a orientação, o esclarecimento, para que as pessoas possam saber, para que os comerciantes possam saber até qual horário ele pode permanecer com o estabelecimento aberto. Nós tratamos como devem ser as medidas sanitárias e foi uma operação de grande êxito para a nossa cidade", disse o Tenente Belchior que coordenou a ação neste sábado (04).

Na noite anterior, 15 viaturas divididas em dois grupos fecharam 10 estabelecimentos que funcionavam fora do horário permitido e um outro foi lacrado. Além disso pessoas sem máscaras foram abordadas, possíveis festas clandestinas foram checadas e aglomerações de jovens dispersas.


Veja algumas multas previstas para quem violar as medidas estabelecidas no decreto municipal:


50 UFIV ou R$ 104,68

Pessoas transitando em qualquer lugar público sem o uso de máscaras;

200 UFIV ou R$ 418,72

Empresas, codomínios ou similares que permitirem pessoas sem máscaras em suas dependências;

500 UFIV ou R$ 1.046,80

Empresas, codomínios ou similares que não cumpram as regras sanitárias e de funcionamento.



Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png