• Carlos Guglielmeli

Goiás e DF assinam acordo de cooperação para atendimento à saúde


Foto do Goiás Online

Os secretários de estado da saúde, Ismael Alexandrino, de Goiás, e Francisco Araújo, do Distrito Federal, assinaram nesta sexta-feira (15) o Termo de Cooperação Técnica Interfederativo do Brasil que regulamenta e regula o acesso dos cidadãos das duas unidades federativas aos serviços de saúde localizados em ambas regiões.


A iniciativa veio dois dias após a má repercussão gerada pelo anúncio do governador Ibaneis Rocha (MDB), de que proibiria o atendimento de moradores do Goiás em unidades públicas de saúde do Distrito Federal.


De acordo com o documento, os hospitais do DF e os que estão sendo estruturados no Entorno, como o de Águas Lindas, Formosa e Luziânia, devem atender pacientes das duas regiões.


Até a regulação, transferência de pacientes para unidades hospitalares com capacidade de atender suas especificidades, será conjunta, com encaminhamentos de consultas, exames, procedimentos, diagnósticos e internações indiscriminadamente.


"As duas unidades federativas dão as mãos, entendendo que as fronteiras do mapa não são as fronteiras que regulamentam o SUS", disse Ismael Alexandrino.


Já o secretário de saúde do DF, Francisco Araújo, preferiu minimizar as rusgas dos dois governadores, que a pouco tempo também trocaram farpas sobre o trem de passageiros ligando Luziânia e Valparaíso à Brasília e sobre a criação da Região metropolitana do Entorno e o Distrito Federal:


"É algo importante para a população do DF e para a população de Goiás, os nossos dois governadores, Ronaldo Caiado e Ibaneis Rocha, deram essa condição de podermos firmar aqui um trabalho técnico", disse ele.


O acordo foi oficializado na sede do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass), em Brasília, com a presenta também do secretário Executivo da entidade, Jurandi Frutuoso Silva e do secretário-adjunto de Assistência à Saúde do DF, Ricardo Tavares.

Publicidade

1/3
Roleta Russa 2.png
Precisa explicar?