• Carlos Guglielmeli

Hamilton, Leclec e Vettel podem abrir mão de parte dos seus salários para ajudar suas equipes



Segundo o ‘Express’, Lewis Hamilton, Sebastian Vettel e Charles Leclerc estão dispostos a renunciar parte de seus salários para ajudar as suas equipes neste momento de crise provocada pelo coronavírus.

É consenso na categoria a importância de reduzir ao máximo os custos, agora que praticamente não há receita devido a pandemia que paralisou a categoria antes mesmo da abertura da temporada.

Vettel e Hamilton ganham respectivamente 35 e 40 milhões de Euros por ano, uma fatia significativa do custo das duas principais equipes da F1. Se os campeões mundiais entregassem cinco por cento de seus salários, seus times economizariam entre 1,75 milhão e 2 milhões de libras, um montante ainda assim considerável.

O pilotos da McLaren, Lando Norris e Carlos Sainz já se dispuseram a ajudar suas equipes. Dos outros times de ponta ainda não se sabe do comportamento de Valtteri Bottas, companheiro de Hamilton nem dos dois pilotos da Red Bull, Max Verstappen e Alexander Albon.

Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png