• Carlos Guglielmeli

Hamilton vence corrida do Bahrein marcada pela explosão do carro de Grosjean

Largando da "pole position", Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1 deste domingo (29). Um triunfo absolutamente normal se a corrida não tivesse sido marcada pelo gravíssimo acidente sofrido pelo piloto da Haas, Romain Grosjean.


A 15ª etapa da temporada ficou marcada pela batida seguida de explosão do carro pilotado pelo francês, que passou 29 segundos em meios às chamas de cerca de 2 metros, de onde ele saiu sozinho, após soltar o sinto de segurança, o protetor de cabeça, se levantar em meio à dificuldade impressa pelo Halo, que por sua vez o salvou e saltar o "guard rail", onde o cockpit da Haas ficou preso. O bólido se partiu ao meio.


Apesar do quão impressionante foram as imagens, Grosjean foi socorrido logo, com queimaduras nas mãos, nos pés e nos tornozelos, chegou a ter a suspeita de fratura costela, o que já foi descartado. O piloto vai passar a noite no hospital em observação, mas deve ter alta em 24 horas.


Em meio a tudo isso, essa foi a vitória 95 da carreira de Hamilton, que conquistou o sétimo título mundial depois de vencer o GP da Turquia. Max Vestappen da Red Bull chegou na 2ª posição, seguido por seu companheiro de equipe, Alexander Albon.


Sergio Perez ocupava a terceira posição com sua Racing Point até a volta 55, mas faltando duas para o final da corrida, seu motor Mercedes “estourou”. O safety car foi acionado e a corrida terminou nessas condições.


Se por um lado esse incidente foi um péssimo dia para a Racing Point, que já tinha visto seu outro piloto, Lance Stroll, capotar poucas voltas antes, para a McLaren foi bom, pois assim Lando Norris recebeu a bandeira quadriculada na quarta posição, à frente do seu companheiro de equipe Carlos Sainz.


Pierre Gasly foi um dos destaques de todo o final de semana, coroado com a sexta posição na corrida. A nova geração da F1 brilhou no Bahrein com intensas disputas e ultrapassagens.


Valtteri Bottas teve um final de semana para se esquecer no Bahrein. O finlandês dividiu a primeira fila com Hamilton, mas largou mal e perdeu posições. Na relargada, após 1h20 de paralisação devido o acidente de Grosjeanum, um furo no pneu obrigou-o a antecipar sua parada e voltar em 16º. Foi uma “tocada” tranquila do piloto da Mercedes para chegar em 8º, tendo que se contentar em acabar atrás do Renault de Daniel Ricciardo.


Esteban Ocon, com a outra Renault, e Charles Leclerc, da Ferrari, completaram os 10 primeiros da zona de pontuação respectivamente.


Confira o resultado final do Grande Prêmio do Bahrein 202o de Fórmula 1:


1) Lewis Hamilton (Mercedes) 2) Max Verstappen (Red Bull/Honda) 3) Alexander Albon (Red Bull/Honda) 4) Lando Norris (McLaren/Renault) 5) Carlos Sainz Jr. (McLaren/Renault) 6) Pierre Gasly (AlphaTauri/Honda) 7) Daniel Ricciardo (Renault) 8) Valtteri Bottas (Mercedes) 9) Esteban Ocon (Renault) 10) Charles Leclerc (Ferrari) 11) Daniil Kvyat (AlphaTauri/Honda) 12) George Russell (Williams/Mercedes) 13) Sebastian Vettel (Ferrari) 14) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes) 15) Kimi Räikkönen (Alfa Romeo/Ferrari) 16) A.Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari) 17) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari) Abandonou) Sergio Pérez (Racing Point/Mercedes) Abandonou) Lance Stroll (Racing Point/Mercedes) Abandonou) Romain Grosjean (Haas/Ferrari)


Veja o vídeo do acidente em várias tomadas, com narração original da F1 Menager:


Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png