• Carlos Guglielmeli

Justiça suspende retomada de atividades no DF. Veja o que permanece fechado


O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) suspendeu, nesta quarta-feira (8/7), o decreto assinado pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), que permitia a retomada das atividades econômicas na próxima semana.


A decisão atende a uma ação popular impetrada pelo integrante do Conselho de Saúde Rubens Bias Pinto, Marivaldo Pereira, o cientista político Leandro Couto, o jornalista Hélio Doyle, e o advogado e ex-candidato ao Senado pelo PSol.


Com isso, ficam adiadas a reabertura das academias, escolas, restaurantes, parques e outros, até sejam apresentados os estudos que demonstram a ausência de riscos para a população.


Veja o que permanece fechado após a decisão:

  • Academias;

  • Salões de beleza;

  • Escolas;

  • Restaurantes;

  • Parques;

  • Boates;

  • Casas noturnas;

  • Eventos pendentes de licença;

  • Eventos e campeonatos esportivos;

  • Cinemas e teatros;

  • Eventos culturais;;

  • Atividades industriais.

Ibaneis Rocha já declarou que vai recorrer da decisão.

Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png