• Carlos Guglielmeli

Morre pela Covid-19 pastora que chamava pandemia de farsa. Marido sobrevive para se arrepender


Foto: Reprodução de Redes Sociais / BBC News (com edição da redação)

A pastora Erine Lee Hitchens e seu marido Brian acreditavam que a doença estava ligada à conexão de internet 5G e que não passava de uma gripe comum. Porém, o casal acabou infectado pelo novo coronavírus.


Ela pastora de uma igreja protestante e ele motorista de Táxi, ambos não tomaram os cuidados recomendados pelos órgãos de saúde da Flórida, nos Estados Unidos. Além de não se proteger da infecção, os dois não buscaram atendimento médico quando sentiram os primeiros sintomas da doença e nem quando a situação foi se agravando.


"Achávamos que o governo estava usando a Covid-19 para desviar nossa atenção ou que tivesse a ver com o 5G, Daí não seguimos as regras nem procuramos ajuda antes", disse Brian à BBC.


Sem saída, o casal foi internado em maio, já em estado avançado da doença, e enquanto ele se recuperava, ela tinha seu estado clínico agravado, culminando na morte agora, no mês de agosto.


Brian Lee confessou arrependimento por seu comportamento:


"Desejava ter acreditado (na gravidade da doença) desde o início. Este é um vírus real que afeta as pessoas de maneiras diferentes. Não posso mudar o passado, só posso viver hoje e fazer melhores escolhas para o futuro".
Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png