• Carlos Guglielmeli

O que é, como se contrai, como prevenir, e como tratar a infecção pelo novo coronavírus?



Com uma taxa de letalidade geral 300 vezes pior do que a gripe comum, e 1.600 vezes mais grave e mortal em grupos de risco, crianças de até 8 anos, adultos com mais de 60, pessoas com doenças respiratórias preexistentes e imunodeficientes, o coronavírus está assustando o mundo inteiro com a sua capacidade de proliferação.


O principal a ser feito para combater essa doença, até que surjam a vacina e tratamentos específicos, é o conhecimento sobre efeitos e prevenção. Portanto seguem algumas dicas:

O que é o novo coronavírus 2019?

O novo coronavírus (Covid-19) é uma mutação dos coronavírus MERS e SARS, parecidos mas mais grave que a gripe comum, que ataca as vias respiratórias em humanos, podendo evolui para infecção nos pulmões (pneumonia). Este vírus foi identificado pela primeira vez durante uma investigação sobre um surto de doença respiratória em Wuhan, China.


Como o Covid-19 se espalha?

Assim como outros coronavírus (MERS e SARS), a disseminação de pessoa para pessoa ocorre principalmente por gotículas respiratórias produzidas quando uma pessoa infectada tosse ou espirra, semelhante ao que acontece com a gripe, o resfriado comum e outras viroses que causam doenças respiratórias. Também pode haver alguma propagação quando uma pessoa toca uma superfície ou objeto com vírus e depois toca sua própria boca, nariz ou possivelmente seus olhos. A disseminação dos coronavírus entre pessoas geralmente ocorre entre contatos próximos.


Quais são os sintomas do novo coronavírus?

Pacientes infectados com Covid-19 normalmente têm sintomas parecidos com os da gripe comum agravados, tosse, na maioria das vezes seca, febre acima dos 38º, as vezes congestão nasal, dores de cabeça e no corpo.


Nos casos mais graves, a doença evolui para dificuldade respiratória aguda causada por síndrome respiratória aguda severa como infecção nos pulmões.


Quais são as complicações desse vírus?

Muitos pacientes têm síndrome respiratória aguda severa, como pneumonia nos dois pulmões.


Que podemos fazer para nos proteger?

O vírus 2019-nCoV ainda não circula livremente no Brasil, todos os casos confirmados até o momento têm origem definida, vinda de fora do país, mas a tendência é que evolua para isso, portanto as melhores maneiras de impedir a infecção é evitar a exposição ao vírus. Existem ações preventivas cotidianas simples que podem evitar a auto contaminação e a propagação do vírus.

As ações incluem:


1) Ao espirrar ou tossir, usas um lenço ou o cotovelo como anteparo para que as gotículas não se espalharem. O uso da máscara cirúrgica é o mais indicado;

2) Usar máscara cirúrgica quando tiver que estar em grandes aglomerações de pessoas

3) Evitar contato próximo com outras pessoas caso você tenha algum sintoma ou o outro o tenha;

4) Evitar levar as mãos aos olhos boca e nariz,

5) Lavar as mãos constantemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos;

6) Na falta de água ou para complementar a lavagem, usar álcool em gel a 70%


O que devo fazer se viajei recentemente para Locais onde a infecção já se agravou?

Se você esteve em algum dos países críticos nos últimos 14 dias e ficou doente com febre, tosse ou dificuldade em respirar, passe a usar a máscara cirúrgica imediatamente, evite contato com outras pessoas e procure atendimento médico. Os serviços de saúde deverão passar instruções sobre como cuidar dos sintomas e não expor outras pessoas.


Existe vacina ou tratamento para o coronavírus?

Ainda não, o principal é se prevenir contra a infecção, e caso isso ocorra mesmo o tratamento consiste em amenizar os sintomas.

Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png