• Carlos Guglielmeli

Rússia anuncia a regulamentação da 1ª vacina contra a Covid-19


Foto: Contexto Exato

O presidente Vladimir Putin afirmou nesta terça-feira (11), que a Rússia se tornou o primeiro país do mundo a aprovar a regulamentação para uma vacina contra a Covid-19.


Com menos de dois meses de testes em humanos, a aprovação abre caminho para a imunização em massa da população russa, porém essa velocidade com que o país está se movimentando para lançar a vacina, colocando o prestígio nacional acima da ciência e da segurança, põe em dúvida sua eficácia.


Em reunião governamental transmitida pela televisão estatal, Putin afirmou que a vacina desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, é segura e que foi administrada em uma de suas filhas.


"Sei que funciona de maneira bastante eficaz, forma uma forte imunidade e, repito, passou em todos os testes necessários", disse ele.


O presidente russo disse que espera o início da produção em massa da vacina para os próximos meses e o ministro da Saúde local, Mikhail Murashko, já anunciou que a imunização deve começar em outubro.


Para tentar frear a pandemia do Covid-19, mais de 100 vacinas possíveis estão sendo desenvolvidas em todo o mundo. De acordo com dados da OMS (Organização Mundial de Saúde), pelo menos quatro se encontram na Fase 3 de estudos em humanos, das quais duas seguem testes no Brasil.

Publicidade
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan
Institucional do Novo Gama Mar2021 Retan

1/3