• Carlos Guglielmeli

Sérgio Moro anuncia saída do governo Bolsonaro com um pronunciamento duro contra o presidente



O ex-juiz federal que ganhou notoriedade comandando os julgamentos da Operação Lava Jato, Sérgio Moro, pediu demissão do Ministério da Justiça e Segurança Pública nesta sexta-feira (24).


A decisão de Moro ocorre após a confirmação da demissão do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, pelo presidente Jair Bolsonaro e publicada em edição extra do Diário Oficial da União na madrugada desta sexta-feira.


Durante o comunicado feito em entrevista coletiva iniciada às 11 horas, Sérgio Moro chegou a comparar o ato de Bolsonaro com o comportamento dos governos do PT, que mesmo multi-investigados, não adotaram tais medidas


"O governo da época tinha inúmeros defeitos, aqueles enormes crimes, mas manteve a autonomia das instituições".


O relacionamento entre Moro e Bolsonaro vinha se deteriorando desde que o juiz entrou no governo com derrotas constantes como o pacote anticrime, travado no Congresso por falta de articulação e a mudança do Coaf.


Recentemente, Bolsonaro tentou tirar a segurança pública do Ministério da Justiça em dois, tirando de Moro a Segurança Pública.


O presidente decidiu mudar o comando da PF logo após o Supremo Tribunal Federal (STF) acatar uma recomendação da Procuradoria Geral da República (PGR) e autorizar a abertura de inquérito para investigar quem organizou e financiou as manifestações em defesa da ditadura, como a de domingo (19), da qual Bolsonaro participou diante do QG do Exército, em Brasília.


Essa informação foi confirmada por Moro quando disse que "o presidente me disse também que tinha uma preocupação com investigações determinadas pelo STF e eu não acho esse o motivo certo".


"Observando que essa substituição pode levar à relações impróprias entre o comando da Polícia Federal e a Presidência da República, eu não posso concordar", decretou na sua saída o, agora ex-ministro, Sérgio Moro
Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png