• Carlos Guglielmeli

Secretário de saúde do DF é preso por fraude na compra de testes para a Covid-19


Foto: G1 / Com edições da redação

O secretário de saúde do do governo Ibaneis Rocha (MDB) no Distrito Federal, Francisco Araújo, foi preso na manhã desta terça-feira (25) em sua casa, no Setor Noroeste.


Acusados de envolvimento em irregularidades na compra de testes de detecção da Covid-19, a operação Falso Negativo também cumpriu mais sete prisões preventivas, contra Ricardo Tavares Mendes, ex-secretário adjunto de Assistência à Saúde; Eduardo Hage Carmo, subsecretário de Vigilância à Saúde; Eduardo Seara Machado Pojo do Rego, secretário adjunto de Gestão em Saúde; Jorge Antônio Chamon Júnior, diretor do Laboratório Central (Lacen); Iohan Andrade Struck, subsecretário de Administração Geral da Secretaria de Saúde do DF; e Ramon Santana Lopes Azevedo, assessor especial da Secretaria de Saúde.


De acordo com o MPDFT, uma suposta organização criminosa está agindo dentro da Secretaria de Saúde do DF e manipulando a escolha dos fornecedores dos testes e superfaturando a compra, feita com dispensa de licitação.


Além da baixa qualidade dos testes, que podem gerar falsos resultados negativos, o que deu origem ao nome da operação, calcula-se que o prejuízo para os cofres públicos chegue a R$ 18 milhões.


As detenções são desdobramentos da primeira fase da operação, que aconteceu em julho no DF e em outros sete estados: Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Santa Catarina, Paraná e Bahia.

Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png