• Carlos Guglielmeli

Vereadores pedem CPI para investigar suspeitas de irregularidades em contratos de limpeza urbana


Imagem ilustrativa de 03 de março de 2020

Os vereadores Elvis Santos (SD), Prof. Silvano (PT), Nerivaldo Agiliza (PL), Paulo Galego (PC do B) e Ferreira (PRTB) apresentaram nesta quarta-feira (25) na Câmara Municipal de Valparaíso, um pedido de abertura de CEI (Comissão Especial de Inquérito), o mesmo que a CPI do Congresso Nacional, para investigar os contratos firmados com Quebec, empresa responsável pela coleta de lixo na cidade.

Segundo Elvis Santos, o contrato com a Quebec para execução dos serviços de limpeza urbana e coleta de lixo em Valparaíso, que já movimentou R$ 69 milhões nos últimos seis anos, já foi considerado irregular pelo TCM (Tribunal de Contas dos Municípios).

Nas justificativas do pedido de investigação, desse que é o maior contrato do município com uma empresa privada e parte para ser aditivado pela 8ª vez, quarta só no atual governo, os vereadores deram exemplos de algumas possíveis irregularidades:

No contrato com a Quebec, a varrição de rua é deles, mas a gente tem percebido que tem outros contratos, outras empresas fazendo tanto a caiação, quanto a varrição de rua”, o que indicaria o pagamento duplicado pelo mesmo serviço.

Inclusive tem um outro edital [de licitação] onde tem outras duas ou três empresas, mais a Green sobre limpeza de rua. Então, tem alguma coisa estranha, a gente tem que entender isso aí. Tem algo errado”, completou o parlamentar.

O pedido de investigação deve ser votado pelos vereadores durante sessão no plenário da Câmara Municipal, o que deve acontecer apenas no dia 03 de abril com a cobertura do Jornal Opção do Entorno, já que as reuniões parlamentares estão suspensas neste final de março, consequência da pandemia do Covid-19 (novo coronavírus).

Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png