• Carlos Guglielmeli

Vice-presidente Mourão desmente o ministro do meio ambiente


Fotos de Uol Notícias e O Globo

O vice-presidente da república e presidente do Conselho Nacional da Amazônia, Hamilton Mourão, disse nesta sexta-feira que Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, "se precipitou" com a divulgação da nota a respeito da suspensão de todas as operações de combate ao desmatamento ilegal na Amazônia.


À imprensa, Mourão assegurou que a ações para combate a crimes ambientais continuam no Brasil.


"Precipitação do ministro Ricardo Salles. O que está acontecendo? O governo está buscando recursos para poder pagar o auxílio emergencial, é isso que estou chegando à conclusão, então está tirando recursos de todos os ministérios. Cada ministério oferece aquilo que pode oferecer", disse o vice-presidente.


"Então, o ministro teve uma precipitação. Não vai ser isso que vai acontecer, não vão ser bloqueado os 60 milhões (de reais) entre Ibama e ICMBio que são exatamente de combate à queimadas e desmatamento", completou Hamilton Mourão.


Questionado se a forma como Salles agiu agiu parecia um pedido de demissão, o vice disse que não vai levar para esse lado, porque o ministro é escolha do presidente.

Publicidade

1/2
Mortos X Curados.png
Precisa explicar?
Curta nossa Fampage.png