Polícia Federal deflagra a maior operação de sua história. Friboi e BRF são alvos

17/03/2017

Segundo a organização, essa é a maior operação da história da Polícia Federal, são 1.100 policiais cumprindo 309 mandatos judiciais, sendo 27 de prisão preventiva, 11 de prisão temporária, 77 de condução coercitiva e 194 de busca e apreensão.

 

Nesta manhã 17/03/17 foi deflagrada a operação “Carne Fraca” com o objetivo de desarticular uma organização criminosa liderada por fiscais agropecuários federais e empresários do agronegócio.

 

Nas investigações realizadas no decorrer de dois anos a PF detectou que superintendências regionais do Ministério da Pesca e Agricultura do Estado do Paraná, Minas Gerais e Goiás atuavam diretamente na proteção de grupos empresariais em detrimento do interesse público.

 

O esquema consistia em liberar licenças para comercialização de carnes impróprias para consumo humano e fazer “vistas grossas” a irregularidades constatadas nas fiscalizações.

 

Gravações telefônicas apontam que frigoríficos vendiam carne estragada tanto no mercado brasileiro como no mercado de exportação.

 

No centro dessa “Mega Operação” estão, além dos servidores públicos, as maiores corporações do ramo, a JBS (com as marcas Friboi, Swift e Seara) e a BRF (com as marcas Sadia e Perdigão). Um funcionário da Seara, pertencente ao grupo JBS, Flávio Cassou e o gerente de relações institucionais do grupo BRF, Roney Nogueira dos Santos estão entre os presos.

 

A decisão da 14ª Vara Federal inclui também o bloqueio de mais de R$ 1 bilhão em contas bancárias, indisposição dos bens de 46 pessoas.

 

Entre as irregularidades estão a reembalagem de produtos vencidos com a adição de química para disfarçar o estado dos produtos, a má conservação das carnes, a adição de carne de cabeça nas linguiças, de papelão nos frangos e água nas embalagens.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Autores de assassinato por ponto de tráfico de drogas são pr...

14/11/2019

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno