Palocci insinua que Lula é uma “divindade as vessas” e pede desfiliação do PT

26/09/2017

 

 

"Ofereço minha desfiliação, e o faço sem qualquer ressentimento ou rancores. Meu desligamento do partido fica então à vossa disposição" disse o ex-ministro de Lula e Dilma em um dos trechos mais amenos de sua carta enviada ao PT.

 

Ao completar um ano preso por consequência da Operação Lava Jato, Palocci que já havia “entregado parcialmente” o ex-presidente Lula em um depoimento ao juiz Sérgio Moro, nesta terça-feira, 26/09, emitiu um comunicado avaliado como duríssimo contra os ex-presidentes Lula e Dilma.

 

Provavelmente incomodado com a maneira com que Lula o tratou em depoimento ao mesmo juiz o agora ex-petista ratificou todas as suas acusações, sendo o primeiro a confrontar diretamente o ex-presidente.

 

Contra Dilma, Palocci a chamou de ‘grande erro”, disse que “embriagado pelo poder, Lula fez a pior escolha possível para sua sucessão e insistiu no erro, mesmo vendo tudo ruir”.

 

Sobre Lula, o seu ex-ministro e homem de confiança disse, além de outras coisas, se tratar de uma espécie de “divindade” autoproclamado homem mais honesto do Brasil e completou dizendo que os petistas cultuam-no como tal, transformando o partido em uma seita.

 

Foi um golpe duríssimo contra Lula que agora não deve mais poder contar com nenhuma amenidade do ex-pupilo

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Ferrari dá prazo para Vettel mostrar resultado e decidir sob...

15/12/2019

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno