Caso tríplex - relator do processo contra Lula na 2ᵃ instância já concluiu seu voto

04/12/2017

O desembargador João Pedro Gebran Neto da 8ᵃ turma do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ᵃ Região), em Porto Alegre, concluiu seu voto como relator no recurso do ex-presidente Lula referente o processo da Lava Jato que apura sua suposta propriedade em um apartamento que seria fruto de propina paga por uma construtora beneficiada em contratos da Petrobras.

 

A 8ᵃ turma do TRF-4 é responsável pelos recursos em segunda instância dos processos da Lava Jato e no caso em questão o recurso busca reformar a decisão do juiz Sérgio Moro que condenou Lula a 9 anos e seis meses de prisão por consequência .

 

Os passos seguintes são a análise do revisor escalado para o processo, Desembargador Leandro Paulsen, que também vai emitir seu parecer e envia-lo para o terceiro e último desembargador da turma, o decano Victor Laus, a partir daí a audiência final é marcada para que a indicação do relator seja aprovado ou rejeitado.

 

Não há prazo para que cada fase seja cumprida e o recurso seja votado definitivamente, porém a média de tempo gasto no TRF-4 8ᵃ turma nesse tipo de processo é de 10 meses, sendo assim, de abril a maio próximos o destino do ex-presidente Lula será selado.

 

 

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Brasília perde jogando em casa para o Rio Claro no NBB

21/1/2020

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno