Homem que atropelou 17 pessoas, matando um bebe em Copacabana não tinha bebido

19/01/2018

 

O atropelamento aconteceu na noite desta quinta-feira, 18/01, por volta das 21 horas e o motorista identificado como Antônio Almeida Anaquim, de 41 anos, alega ter sofrido um ataque epilético, por isso perdeu o controle do carro.

 

Exame feito pela Polícia Civil atesta que o motorista que atropelou 17 pessoas em Copacabana, Rio de Janeiro, não havia ingerido bebida alcoólica.

 

Anaquim está com a habilitação suspensa desde maio de 2014, segundo o Site do Detran a restrição é consequência de 62 pontos e 14 multas. Uma fonte do órgão de trânsito informou ao Jornal Opção do Entorno que esse bloqueio ocorre ao final do processo de suspensão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), com ou sem a entrega voluntária do documento”.

 

Das 17 vítimas, um bebê faleceu e nove foram enviadas ao Hospital Municipal Miguel Couto, na Zona Sul da capital carioca. Três destes feridos já receberam alta na madrugada desta sexta-feira, 19/01,e um turista australiano de 68 anos está em estado grave, respirando com a ajuda de aparelho.

 

Os outros 7 feridos, incluindo a mãe do bebê falecido, tiveram ferimentos leves e foram encaminhados para o Hospital Souza Aguiar.

 

Como não foi constatada a embriaguez e não houve fuga do local do acidente, Antônio Almeida responderá à justiça, em liberdade, por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/4
Últimas notícias

A bordo de sua Mercedes, Bottas é o mais rápido na 1ª semana...

24/2/2020

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno