Substituto natural de Lula nas eleições teria recebido R$ 82 milhões de propina e caixa 2

26/02/2018

 

A PF (Polícia Federal) deflagrou na manhã desta segunda-feira, 26/02, a Operação Cartão Vermelho, que apura superfaturamento e irregularidades na contratação do consórcio FNP (Fonte Nova Participações) para demolição e reconstrução da Arena Fonte Nova em Salvador.

 

As investigações da PF apontam que o ex-governador baiano e virtual substituto de Lula nas eleições 2018 pelo PT, Jaques Wagner, recebeu R$ 82 Milhões em propina e caixa 2 das empreiteiras OAS e Odebrecht.

 

A Licitação para a reforma do estádio foi direcionada para favorecer a FNP (Fonte Nova Participações), composta pelas empreiteiras, e em valores atualizados, os desvios na obra do estádio baiano usado na Copa do Mundo 2014 podem chegar a R$ 450 Milhões, de acordo com a PF.

 

Jaques Wagner foi governador da Bahia entre 2007 e 2014, comandou os ministérios do Trabalho e da Secretaria de Relações Institucionais nos governos Lula e ministro da Casa Civil e da Casa Civil do governo Dilma.

 

O pedido de prisão do ex-governador petista chegou a ser feito, mas foi negado pelo TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região). “Entendíamos que nesse momento seria importante a condução dos investigados sem que eles tivessem a possibilidade de combinar nenhum tipo de resposta”, justificou o Superintendente da PF na Bahia, Daniel Justo Madruga.

 

Ao todo sete endereços ligados ao ex-governador, incluindo seu apartamento e escritórios foram alvos de mandatos de busca e apreensão, “a operação de hoje busca mais elementos a respeito de tudo que foi levantado. Muita coisa se tem a partir das delações feitas na Operação Lava Jato”, disse Madruga.

 

O outro lado:

 

Em nota, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, disse que o cumprimento de mandato de busca na residência de Wagner foi uma “invasão” que demonstra “perseguição” contra o Partido dos Trabalhadores e suas lideranças e em coletiva o próprio ex-governador da Bahia negou todas as acusações e disse estranhar a ação da polícia.

 

(Editado em 27/02 08h43)

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Deputada Lêda Borges "denuncia" a destruição dos p...

6/12/2019

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno