Líder do MST declara guerra contra o Brasil

 

“Não haverá terra que não será ocupada, não haverá arrego. Não haverá nenhum prédio público que não será ocupado”

 

“Não tem mais valsa. É porrada, é guerra, é Luta e venceremos”

 

Disse exaltado o líder do MST Alexandre Conceição.

 

A fala de Alexandre aconteceu logo após o voto da ministra Rosa Weber do STF (Supremo Tribunal Federal), em uma manifestação pó Lula, realizada no mesmo momento em que a Suprema Corte julgava o habeas corpus que tentava evitar a prisão do líder petista após sua condenação em 2ª instância.

 

Weber proferiu apenas o quinto voto, porém todos os que vinham depois dela já tinham seus entendimentos conhecidos, portanto o resultado do julgamento a partir dali já era previsivelmente contra o ex-presidente.

 

Em meio à seus ataques e declarações de guerra, Conceição ameaçou a Rede Globo de Televisão, responsabilizada por permitir que o povo seja humilhado, “vamos ocupar e tocar fogo neste jornal, nesta emissora”.

 

O evento e a fala do líder sem terra foram acompanhados pela presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, que gravou um vídeo no meio dos manifestantes pedindo “Lula Livre” em coro.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Lêda Borges cobra obras de manutenção no restaurante cidadão...

5/12/2019

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno