Moradores de Valparaíso amanheceram o dia “a caça” de combustível

28/05/2018

 

A maioria dos postos continuam fechados, sem combustível. Mas onde ele é encontrado, as filas se formam rapidamente e se tornam gigantescas em poucos instantes.

 

Por volta das 7h20 a fila de carros para abastecer no posto em frente ao Shopping Sul descia até a Primavia e entrava no bairro Esplanada III. Já para chegar às bombas do posto ao lado do Ame Mais, no bairro Esplanada II, a fila começava em frente a Polyelle na Etapa A do Valparaíso I.

 

O Senhor Marcus Vinícius que disse já estar na fila a pouco mais de duas horas relatou ao Jornal Opção do Entorno, “hoje ainda está melhor. Ontem eu fiquei quase três horas na fila, lá na Etapa B, e quando eu estava chegando perto do posto a gasolina acabou, hoje eu acho que vou conseguir”. Segundo ele, seus filhos não foram estudar e nem ele ou a esposa foram trabalhar, pois não teriam como voltar para casa.

 

As pessoas amanheceram sem a certeza de que haveria transporte coletivo suficiente para que pudessem deixar seus carros em casa ou até mesmo para voltar para casa ao final do dia de trabalho ou estudo.

 

Sobre o final da Greve do Caminhoneiros e a retomada do abastecimento geral, a situação ainda é incerta, pois o governo atendeu apenas parcialmente as reivindicações dos caminhoneiros. Todos os impostos apresentados pela categoria, como CIDE e PIS/Cofins, foram zerados, mas o governo não garantiu a estabilidade do preço do diesel em intervalos de 60 dias, oferecendo essa espécie de janela de reajuste apenas mês a mês.

 

Além desse impasse, o movimento dos caminhoneiros foi adotado pela sociedade, mesmo que ele esteja causando transtornos para a população. Enquetes como a feita pelo editor do Reage Entorno, Ivan Kleber, estão dando um resultado parcial de 95% das pessoas a favor da continuidade  da greve.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Setor de Serviços tem alta em setembro e elimina perdas de 2...

12/11/2019

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno