No duelo dos times com maiores torcidas do país, Corinthians vence o Flamengo e vai à final da Copa do Brasil

 

Como já era esperado, a semifinal da Copa do Brasil entre Corinthians e Flamengo foi um convite às grandes emoções e todas suas contradições.

 

Imagine em um confronto das duas maiores torcidas do Brasil, sobram declarações, previsões, estatísticas e tendências que normalmente esbarram nos fatos.O corintiano Jadson disse: "todo mundo falando que o Flamengo ia vencer por 3 a 0. Isso mexeu com o brio aqui. As coisas se decidem no campo”.

 

Quem se deu melhor foi o Corinthians, agora finalista da Copa do Brasil com a vitória de 2 a 1 sobre o Flamengo na noite desta quarta-feira (26) na Arena em Itaquera. O primeiro jogo foi 0 a 0 lá na casa dos eliminados.

 

Na história dos amados e não amados, os gols que fizeram a festa do Timão foram marcados pelo contestado Danilo Avelar e o “xodó” Pedrinho. Mas isso fica para trás com o time na final. Cheios de alegria pela conquista, o amor venceu o não amor.


Ao Fla, que marcou por um gol contra do zagueiro Henrique após jogada do também contestado Pará, sobrou a dor de mais uma eliminação, lhe restando apenas o “remoto” Campeonato Brasileiro como alternativa para não passar o ano em branco.

 

Na final o Corinthians vai enfrentar o equilibrado Cruzeiro.

Ficha Técnica:
 

CORINTHIANS 2 X 1 FLAMENGO

Estádio: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 26 de setembro, às 21h45
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO)
Renda/Público: R$ 3.663.322,00 / 44.249 pagantes (44.406 presentes)

Cartões amarelo: Douglas (COR); Lucas Paquetá, Willian Arão e Marlos (FLA)
Cartões vermelho: Não houve.

GOLS: Danilo Avelar (1-0, 13'/1ºT) Henrique (Contra, 1-1, 17’/1ºT) e Pedrinho (2-1, 23'/2ºT)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Gabriel, 22'/2ºT), Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Douglas, Jadson e Mateus Vital (Araos, 37'/2ºT); Clayson (Pedrinho, 22'/2ºT) e Romero – Técnico: Jair Ventura

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Léo Duarte e Réver; Cuéllar, Willian Arão (Lincoln, 28'/2ºT) e Diego (Vitinho, 18'/2ºT); Lucas Paquetá, Everton Ribeiro e Henrique Dourado (Marlos, 36'/2ºT)- Técnico: Maurício Barbieri

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Brasília perde jogando em casa para o Rio Claro no NBB

21/1/2020

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno