Ex-presidente Michel Temer é preso

 

O ex-presidente da República Michel Temer (MDB) foi preso em São Paulo na manhã desta quinta-feira (21) em um desdobramento da Operação Lava Jato. A prisão foi autorizada pelo juiz federal Marcelo Bretas, no Rio de Janeiro.

 

Temer deixou a Presidência da República com três denúncias criminais enviadas para a primeira instância após a perca do foro privilegiado.

 

As duas primeiras tiveram origem na delação de executivos da JBS que acusam Temer e aliados de receberem propinas de empresas beneficiadas por decisões do governo ou contratos públicos.

 

Na terceira, a atual procuradora-geral da República, Raquel Dodge, denunciou Temer sob acusação de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em inquérito que apura um esquema criminoso no setor de portos.

 

O presidente nega todas as acusações e se diz vítima de uma perseguição.

 

Questionado por jornalistas se temia ser preso ao deixar o Planalto e perder as proteções garantidas pelo cargo, Temer se mostrava ofendido:

 

"Não estou preocupado com esse assunto. Até porque chicotear o presidente é uma coisa. Já o ex-presidente já não vai ter muita graça", disse ele à revista Época no fim do ano passado.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Pesquisa mostra queda na expectativa positiva do governo Bol...

17/1/2020

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno