Prefeito Pábio Mossoró e deputada Lêda Borges participam de audiência pública para a criação da região metropolitana

 

O prefeito Pábio Mossoró (PSDB) e a deputada estadual Leda Borges (PSDB) participaram nesta quinta-feira (28) da audiência pública realizada no Senado Federal para tratar da Medida Provisória que autoriza o Distrito Federal a instituir uma região metropolitana que abrange os municípios limítrofes ao seu território (MP862/18).

 

A criação desta região metropolitana equaliza as políticas públicas de desenvolvimento entre as cidades goianas e mineiras com o Distrito Federal.

 

Na prática, por exemplo, depois da criação efetiva da Região Metropolitana será possível fazer uma única licitação para contratar obras que beneficiam Valparaíso e Santa Maria, financiada também em conjunto entre o município e o Distrito Federal, a polícia do Distrito Federal poderá agir em conjunto com as forças de segurança do Goiás e Minas Gerais dentro das cidades parceiras.

 

Nós estamos aqui justamente para buscar as soluções em conjunto. A saúde hoje (por exemplo), a saúde de Brasília tem problemas e nós de Valparaíso, que fazemos limite com o Distrito Federal, estamos atendendo pacientes de Brasília, de Santa Maria, do Gama, Riacho Fundo, Núcleo Bandeirantes. Então... a solução é a unidade”, disse o prefeito de Valparaíso, Pábio Mossoró.

 

A proximidade desses municípios goianos e mineiros com o Distrito Federal e a distância desse conjunto de cidades para outros grandes centros sugere uma dependência mútua entre elas, consequentemente o equilíbrio dos níveis de desenvolvimento como região integrada é considerado a verdadeira solução para a maioria dos problemas enfrentados em cada unidade federativa.

 

Por isso, sem representação oficial, que levasse pra a audiência propostas em nome do estado, o governo goiano, na pessoa do governador Ronaldo Caiado (DEM) levou um puxão de orelha da deputada Lêda Borges, “eu quero pedir aos deputados da bancada (goiana), da base do governador Caiado, que sensibilizem o governador, não é dizer que quem manda em Brasília é o Ibaneis e que quem manda em Goiás é o Caiado, nós estamos aqui em busca de parceria, de políticas públicas integradas, de integração, de respeito ao cidadão”, disse ela.

 

Em sua fala, a deputada, que é valparaisense, destacou também a importância do estado de Goiás para o Distrito Federal e reconheceu a iniciativa do governo Ibaneis Rocha em avançar na criação desta região:

 

Nós doamos para Brasília o quadrilátero. Quanto custa isso? Nós trazemos mão de obra e riqueza para Brasília. Quanto isso custa? As barragens... Vão beber água do Corumbá, de Santa Maria, até a água de Brasília é nossa. Eu acho que o Ibaneis avançou e quero pedir a sensibilidade de Goiás para essa medida fundamental para nós, para os avanços da nossa região, que é feita de um povo ordeiro”, completou Lêda.

 

Ao lado da deputada Lêda Borges e do prefeito Pábio Mossoró estavam os prefeitos de Cidade Ocidental, Fábio Correa e de Águas Lindas, Hildo do Candango.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Autores de assassinato por ponto de tráfico de drogas são pr...

14/11/2019

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno