Alexandre de Moraes volta atrás e revoga censura a Site e revista

 

Criticado por juristas, entidades de vários seguimentos e até por seus colegas de corte, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes revogou a sua própria decisão de censurar os Sites da Revista Crusoé e o O Antagonista.

 

A decisão foi oficiada nesta quinta-feira (18), coincidentemente ou não, depois de o decano do STF, ministro Celso de Mello, divulgar mensagem em que reafirma que “qualquer tipo de censura, mesmo aquela ordenada pelo Poder Judiciário, é prática ilegítima e, além de intolerável, constitui verdadeira perversão da ética do Direito".

 

Moraes havia determinado que fossem retiradas do ar reportagens que mencionavam o presidente do STF, ministro Dias Toffoli.

 

As publicações feitas com base em um trecho da nova delação premiada do ex executivo Marcelo Odebrecht, revelam que o empreiteiro atribuiu à Toffoli o apelido “Amigo do amigo do meu pai” mencionado em e-mails e possível destinatário de propina.

 

Alexandre de Moraes, que inicialmente questionou o documento fonte das matérias, agora reconheceu sua autenticidade para voltar atrás, “realmente existe”, disse ele.

 

Mário Sabino, publisher da Revista Crusoé, e o seu diretor de redação, Rodrigo Rangel agradeceram em nota o apoio recebido “mostrando o absurdo da decisão do ministro do STF, e exigindo que a liberdade de imprensa fosse plenamente restabelecida.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Autores de assassinato por ponto de tráfico de drogas são pr...

14/11/2019

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno