Vila Nova e Juventude não saem do zero a zero pela Copa do Brasil

Na noite desta quarta-feira (24), Juventude e Vila Nova entraram em campo para disputar a primeira partida da 4ª fase da Copa do Brasil no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Mesmo jogando fora e recebendo a pressão do Juventude, que criou as melhores chances no segundo tempo, o time goiano conseguiu resistir e trazer a decisão para Goiânia com igualdade de chances.

Primeiro tempo:

Nos primeiros 10 minutos de jogo, o Vila Nova não estava disposto a tomar aquela famosa pressão inicial por parte do time mandante. Com isso, os goianos partiram pra cima e até conseguiram finalizar com Capixaba, mas o chute do atacante acabou parando na defesa do goleiro Marcelo Carné.

Após o lance de perigo, o jogo ganhou um ritmo mais intenso. Em duas boas chegadas, uma para cada lado, por muito pouco as equipes não conseguiram abrir a contagem sendo Lennon, por parte dos gaúchos, e Capixaba, por parte dos goianos.

Aos poucos o Juventude foi conseguindo criar as melhores oportunidades e até os acréscimos o confronto ficou mais equilibrado com algumas raras chances para cada lado.

 

Segundo tempo:

Sem mudanças no Vila e Juventude, os times iniciaram a etapa final no mesmo ritmo que terminaram o primeiro tempo. Os goleiros eram apenas espectadores.

Passados os 10 minutos iniciais, o técnico do Juve, Marquinhos Santos, fez sua primeira troca no jogo, substituindo o meia Rafael Bastos pelo volante Moisés Gaúcho.

Após a mudança, os gaúchos ganharam um pouco mais de ânimo no jogo. Em duas chegadas consecutivas, Paulo Sérgio chegou a cabecear, na primeira vez para a defesa do goleiro Rafael, e na outra a bola acabou parando na zaga goiana.

Já o Vila Nova só conseguiu chegar ao seu campo de ataque com Helder após 20 minutos da etapa final, em uma finalização que acabou parando nas mãos do goleiro Carné.

Com o andar do relógio, os técnicos passaram a observar o confronto de uma forma diferente. Por parte do comandante Eduardo Baptista, o zagueiro Brunão acabou entrando no lugar do meia Alan Mineiro. Já por parte de Marquinhos, a troca foi entre atacantes tirando Paulo Sérgio, que deu lugar a Braian Rodríguez.

Feitas as trocas, os gaúchos passaram a pressionar de todo jeito o Tigrão. Em três tentativas, respectivamente de Rafael Bastos, Braian Rodríguez e Eltinho, o goleiro Rafael Santos apenas torceu para que a bola fosse para fora.

Já nos acréscimos, o Vila até conseguiu oferecer perigo aos gaúchos com Juninho, e no último lance do Vila na partida, o atacante acabou chutando por cima do gol de Carné.

 

Os times voltam a se enfrentar no dia 07 de maio no Serra Dourada em Goiânia, onde o Vila Nova vai poder contar com a força de sua torcida.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Autores de assassinato por ponto de tráfico de drogas são pr...

14/11/2019

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno