VLT que vai ligar Valparaíso à Brasília faz primeira viagem teste com a supervisão do governador do DF, Ibaneis Rocha

04/06/2019

 

Nesta terça-feira (04) um vagão de teste fez a primeira viagem experimental do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) que vai ligar Valparaíso à Brasília.

 

O veículo com capacidade para 10 pessoas partiu de Brasília para Valparaíso trazendo o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), a bordo.

 

Estamos tentando trazer uma forma de transporte segura e de qualidade, que melhore a acessibilidade no DF. Essa é uma viagem experimental, que dá o primeiro passo no rumo da implementação da fase 1 desse novo modal. Estamos felizes”, comentou Ibaneis.

 

Durante a viagem, o emedebista teria recebido uma ligação ríspida do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), que estaria enciumado com o protagonismo do brasiliense.

 

O equipamento utilizado neste teste ainda não é o definitivo, mas tem especificações semelhantes para, durante as viagens, coletar dados que indiquem a necessidade de ajustes antes do início das operações com passageiros.

 

Na chegada em Valparaíso, o governador do Distrito Federal foi recebido pelo prefeito Pábio Mossoró (PSDB) que estava acompanhado do secretário de governo Plácido Cunha (MDB) e dos vereadores Zeca (SD) e Flávio Lopes (PP).

 

Segundo o prefeito valparaisense, “foram avaliados os primeiros elementos para fazer os ajustes necessários, que vão possibilitar definir o preço da passagem e iniciar o transporte de passageiros”.

 

Esse é um projeto da União que começou a ser desenvolvido de maneira mais concreta em meados de 2010, com a formação de um consórcio envolvendo os municípios do Entrono, a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e os governos de Goiás e Distrito Federal, mas que ficou paralisado nos últimos 6 ano.

 

A retomada do projeto se deu no início deste ano com a demonstração de boa vontade do GDF às provocações feitas pela deputada Lêda Borges (PSDB), que já no 16º dia do governo Ibaneis esteve em audiência com o secretário de mobilidade urbana do Distrito Federal, Valter Casimiro e pelo diligenciamento do prefeito Pábio Mossoró, que também se reuniu com o secretariado vizinho .

 

Inicialmente os testes estavam anunciados para o final de janeiro, porém ajustes nos estudos feitos pela CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) e os governos locais impôs o atraso na programação.

 

Os próximos passos agora são, aplicar as correções apontadas como necessárias pelos testes, calcular o valor das passagens e iniciar as operações com passageiros após a chegada dos vagões definitivos, que são semelhantes aos utilizados em Recife, Maceió, Natal e João Pessoa.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Setor de Serviços tem alta em setembro e elimina perdas de 2...

12/11/2019

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno