Senado Federal custa R$ 30 milhões por dia e senador Izalci Lucas é o recordista em nomeações de assessores

25/06/2019

 

Com 85 assessores parlamentares contratados em seu gabinete e pagos com dinheiro público, o Senador Izalci Lucas (PSDB) é recordista de nomeações no Senado Federal.

 

Os dados foram compilados e divulgados pela ONG Ranking dos Políticos e revela também que Izalci gasta R$ 553 mil por mês ou R$ 6,6 milhões ao ano, só com a folha de pagamento dos seu assessores.

 

No total, o senado tem 2.764 servidores, equivalente a uma média de 34 por cada um dos 81 parlamentares, quase um terço de Izalci.

 

O senador por Brasília mantém 60 pessoas empregadas no seu gabinete, dos quais apenas 4 são efetivos e 56 comissionados. Os outros 25 assessores estão lotados em supostos escritórios de apoio.

 

Um desses servidores comissionados é o pré-candidato a prefeito de Valparaíso de Goiás, Cristiano Coltinho, que está sendo cotado a concorrer pelo partido do governador Ronaldo Caiado (DEM).

 

Diferente da Câmara Federal, onde cada deputado tem R$ 111 mil de verba para nomeação dos assessores, as regras para essas contratações no senado não são muito claras nem igualitárias entre os parlamentares.

 

Ao G1, a assessoria de comunicação de Izalci justificou a necessidade da sua estrutura de gabinete informando que ele “é um dos senadores mais atuantes do Parlamento Brasileiro, faz parte de nove comissões, dois grupos parlamentares e 35 frentes”.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Lêda Borges cobra obras de manutenção no restaurante cidadão...

5/12/2019

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno