Em um dia inspirado da Mercedes, Hamilton vence o também inspirado, Max Verstappen

04/08/2019

 

Lewis Hamilton ultrapassou o holandês da Red Bull, Max Verstappen, faltando apenas três voltas para o fim do Grande Prêmio da Hungria, numa arrojada estratégia de sua equipe Mercedes.

 

Verstappen largou na pole position pela primeira vez em sua carreira e vinha fazendo uma corrida perfeita. Parou nos boxes primeiro que seu adversário, voltou para a pista imprimindo um ritmo de qualificação, mesmo tendo retardatários à sua frente, e por isso recuperou a ponta com folga de 6 segundos quando Hamilton voltou do Pit.

 

Com os pneus duros, a Mercedes de Lewis rendia mais que a RBR de Max e em poucas voltas o inglês já estava colado no holandês, tentando ultrapassá-lo, foi ai que, faltando apenas 20 voltas para o final, a equipe dos motores alemães inovou.

 

A Mercedes chamou Hamilton para os boxes, colocou novos pneus médios no carro e deu ao piloto a missão de tirar 1 segundo por volta de Vertappen e ultrapassá-lo na última. Lewis foi melhor que isso e a 4 giros da bandeira quadriculada já assumia a ponta para não perder mais e conquistar sua 81ª vitória.

 

Verstappen ainda parou nos boxes depois de perder a liderança, voltando com um novo conjunto de pneus macios para assegurar o ponto pela volta mais rápida.

 

Sebastian Vettel completou o pódio para a Ferrari, ao ultrapassando Charles Leclerc na penúltima volta.

 

Depois de largar na primeira fila do grid ao lado de Verstappen, Valtteri Bottas ficou fora da disputa pela vitória depois de chocar com Charles Leclerc na primeira volta e quebra a asa dianteira do seu carro. Depois disso, o finlandês fez uma corrida de recuperação para garantir a oitava posição.

 

A McLaren se destacou como a melhor do pelotão intermediário com Carlos Sainz recebendo a bandeira quadriculada na 5ª posição e garantindo oito pontos para a equipe de Woking.

 

A segunda Red Bull, de Pierre Gasly, que começou a corrida na 6ª posição do grid, perdeu algumas posições na largada e conseguiu se recuperar para cruzar a linha de chegada como largou.

 

A Alfa Romeo conseguiu outro top 10 com Kimi Raikkonen na sétima posição, à frente de seu compatriota Bottas.

 

Lando Norris, que perdeu sua posição para o companheiro de McLaren, Carlos Sainz no começo da corrida, acabou na 9ª posição, depois de perder muito tempo durante uma parada nos boxes.

 

A Toro Rosso garantiu um ponto com Alexander Albon, recebendo a quadriculada em 10º, depois de travar uma boa disputa com seu companheiro de equipe Daniil Kvyat na 14ª volta da corrida, com Kvyat superando essa disputa. No entanto, o russo terminou apenas na 15ª posição, uma semana depois de seu primeiro pódio na F-1 no Grande Prêmio da Alemanha.

 

Hamilton agora detém vantagem de 62 pontos sobre Bottas na classificação de pilotos, enquanto Verstappen, terceiro colocado, diminuiu a diferença para sete pontos sobre finlandês.

 

A Fórmula 1 retorna no dia 30 de agosto com os treinos livres para o Grande Prêmio da Bélgica, após um curto período de férias da categoria.

Confira o resultado final da F-1 na Hungria:

 

1) L HAMILTON (Mercedes)
2) M VERSTAPPEN (Red Bull Honda)
3) S VETTEL (Ferrari)
4) C LECLERC (Ferrari)
5) C SAINZ JR (McLaren Renault)
6) P GASLY (Red Bull Honda)
7) K RÄIKKÖNEN (Alfa Romeo Ferrari)
8) V BOTTAS (Mercedes)
9) L NORRIS (McLaren Renault)
10) A ALBON (Toro Rosso Honda)
11) S PÉREZ (Racing Point Mercedes)
12) N HÜLKENBERG (Renault)
13) K MAGNUSSEN (Haas Ferrari)
14) D RICCIARDO (Renault)
15) D KVYAT (Toro Rosso Honda)
16) G RUSSELL (Williams Mercedes)
17) L STROLL (Racing Point Mercedes)
18) A GIOVINAZZI (Alfa Romeo Ferrari)
19) R KUBICA (Williams Mercedes)
20) R GROSJEAN (Haas Ferrari)

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/4
Últimas notícias

Governadores de 19 estados e do Distrito Federal assinam car...

17/2/2020

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno