Bolsonaro rejeita ajuda financeira do G7 para combater incêndios na Amazônia, mesmo depois de admitir falta de dinheiro

27/08/2019

 

Os países membros do G7, bloco composto pelas nações mais ricas do planeta, disponibilizou uma ajuda financeira de algo em torno de R$ 93 milhões para o Brasil combater as queimadas na Floresta Amazônica, mas o governo de Jair Bolsonaro (PSL) resolveu não aceitar o valor.

 

A oferta foi anunciada na declaração final do G7 pelo presidente francês, Emmanuel Macron, com quem Bolsonaro vem trocando farpas pelas redes sociais. Fontes do Planalto dizem que o presidente encarou a suposta boa ação como uma tentativa do francês de se capitaliza com o tema.

 

Mesmo que o assunto queimada e desmatamento na Amazônia tenham sido tema central da cúpula, o documento final pouco disse sobre a questão. Provavelmente por interferência do presidente americano Donald Trump, acredita o Planalto.

 

Apesar de ter dispensado a ajuda do G7, Bolsonaro aceitou a oferta de Israel para conter as chamas que tomam conta da floresta amazônica, deixando transparecer um viés ideológico nas relações exteriores do seu governo.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/4
Últimas notícias

A bordo de sua Mercedes, Bottas é o mais rápido na 1ª semana...

24/2/2020

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno