Polícia prende três suspeitos de provocar queimadas em reserva florestal, nenhum é membro de ONG

29/08/2019

 

Em São Félix do Xingu, Pará, a Polícia Civil prendeu três suspeitos de provocar queimadas em área de floresta nativa, nenhum deles é membro de ONGs, dois são os donos da fazenda Ouro Verde e o terceiro é gerente da propriedade.

 

Segundo o delegado de polícia, José Umberto Melo, as investigações mostram que o grupo derrubou e ateou fogo em mais de 5 mil quilômetro de mata e podem ter contratado 50 homens que supostamente derrubaram 20 mil hectares em uma parte da fazenda que fica dentro da área de preservação ambiental Triunfo do Xingu.

 

Durante a operação, foram encontrados trabalhadores em situação análoga à escravidão e um revólver calibre 38, portado ilegalmente por um dos presos.

 

Os três vão responder por danos em área de proteção ambiental, poluição, queimadas e associação criminosa. De acordo com a Polícia, equipes fazem buscas na fazenda e em outras propriedades dos investigados, localizadas no Estado de Goiás.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/4
Últimas notícias

A bordo de sua Mercedes, Bottas é o mais rápido na 1ª semana...

24/2/2020

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno