Lêda Borges pede suspensão de projeto que prevê venda de 49% das ações da Saneago

16/10/2019

 

A deputada estadual Lêda Borges (PSDB) pediu a a suspensão do projeto de lei que prevê venda de 49% das ações da Saneago em processo de Oferta Pública Inicial (IPO).

 

O pleito de suspensão da matéria por 30 dias foi feito durante o expediente parlamentar na Alego (Assembleia Legislativa de Goiás) nesta terça-feira (15).

 

Diferente da CELG, a Saneago é superavitária, dá lucro, sua venda parcial colocaria dinheiro no caixa do governo imediatamente, mas o faria dividir rentabilidade da companhia a partir da comercialização dessas ações em diante.

 

Lêda Borges pretende que haja a realização de uma Consulta Pública com duração de um mês, para que a sociedade possa opinar sobre o assunto, principalmente no que tange o limite de venda das ações e a que tipo de ações poderão ser ofertadas no mercado, se primárias, secundárias ou as duas.

 

Além disso, a parlamentar busca aprofundar o entendimento sobre os impactos financeiros, sociais e de investimentos provocados pela eventual abertura de capital da estatal.

 

O requerimento enviado pela parlamentar ao governador Ronaldo Caiado foi aprovado na Alego. Agora, cabe ao chefe do Executivo atender ou não ao pedido de Lêda Borges.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Autores de assassinato por ponto de tráfico de drogas são pr...

14/11/2019

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno