Um dia após a decisão do STF, Lula deixa a prisão

08/11/2019

Foto de "O Globo" 

 

Um dia após o STF (Supremo Tribunal Federal) ter revogado o entendimento que autorizava a prisão de condenados em 2ª instância o juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal de Curitiba, acatou o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio da Silva e determinou sua soltura.

 

Os advogados do ex-presidente entraram com o pedido de soltura no início da manhã desta sexta-feira (08) com base no novo entendimento do Supremo, "Em razão de condenação não transitada em julgado e (ii) seu encarceramento não está fundamentado em nenhuma das hipóteses previstas no art. 312 do Código de Processo Penal, torna-se imperioso dar-se imediato cumprimento à decisão emanada da Suprema Corte", diz a petição.

 

Lula estava preso a 580 dias, condenado no processo do Triples do Guarujá, desbaratado pela Operação Lava Jato.

 

Ao sair da prisão, Lula foi até o acampamentos do movimento Lula Livre e discursou prometendo retomar a vida política, sem perder a oportunidade de alfinetar o governo Bolsonaro:

 

Depois que eu fui preso, o Brasil não melhorou, o Brasil piorou. O povo está passando mais fome, o povo não tem mais trabalho, o povo tá trabalhando de Uber, tá trabalhando de bicicleta para entregar pizza, tá trabalhando sem o menor respeito", disse ele.

Compartilhar
Twittar
Please reload

Publicidade

1/5
Últimas notícias

Autores de assassinato por ponto de tráfico de drogas são pr...

14/11/2019

1/20
Please reload

Matéria_do_Brasil_dividido_em_3.png
Siga
  • Facebook do Jornal Opção do Entorno
  • Twitter do Jornal Opção do Entorno
  • Instagram do Jornal Opção do Entorno